10 de ago de 2011

Conferencia Livre-PJ PRUDENTE ESTAVA LÁ!

“Um sonho sonhado só é apenas
 um sonho ,um sonho partilhado é realidade “

Sonho gestado deste a 30ª ARPJ pelo GT-A juventude quer viver do Regional, partilhado, tantos outros começaram a desejar viver este sonho. Que se tornou realidade no ultimo sábado 06 de agosto de 2011, nas terras acolhedoras de Araras-SP.
Na 1ª Conferência Livre da Pastoral da Juventude do Regional Sul 1 estiveram presentes lideranças das sub regiões de Campinas, Botucatu, Aparecida,Sorocaba, SP1 , SP2 e RP2. Aconteceu à luz do tema da 2ª Conferência Nacional de Juventude “Conquistar direitos, desenvolver o Brasil!”, e o lema escolhido baseado na campanha nacional da PJ “Vamos gritar: Chega de violência e extermínio de jovens”.
A Conferência iniciou com a fala de Alexandre Piero, representante da PJ no CONJUVE, que salientou como é o processo de convocação das conferências e destacou a grande contribuição que a PJ vem dando para que aconteçam conferências nas etapas municipais, regionais, estadual e nacional, confirmando o apoio da nossa Pastoral nas políticas públicas de juventude no Brasil.
  
Focados/as em dois dos cinco eixos proposto para etapa nacional, “3.Direito à experimentação e qualidade de vida” e “4.Direito à diversidade e vida segura”, seguimos para grupos de discussão, nos quais cada grupo ficou responsável por um tema. São eles:
1.       Juventude e saúde;
2.       Juventude, esporte e lazer;
3.       Juventude e tempo livre;
4.       Juventude e segurança e
5.       Juventude, respeito à diversidade e direitos humanos.
Embasados no texto da 2ª Conferencia Nacional e na “Carta Manifesto” elaborada pelos delegados do II Encontro Regional da Pastoral da Juventude - ERPJ, os grupos tiveram total autonomia para, da melhor forma possível, conduzir a discussão sobre cada ponto e contra ponto apresentado nos textos de acordo com a realidade.
    
Ao final, fizemos uma plenária onde cada grupo destacou os pontos fortes da discussão e apresentou as mudanças sugeridas. Em dez dias o material produzido através das discussões estará sistematizado e será enviado para validar nossa conferencia junto aos órgãos públicos e demais instituições da sociedade civil.
 Terminamos ao som de “Amor de índio”, canção de Beto Guedes, cantando em roda, sinal de igualdade e fraternidade, características fundamentais da juventude PJoteira

Nenhum comentário:

Postar um comentário